astrologia vedica
youtube blogspot orkut twitter facebook

DISCIPLINAS VÉDICAS

disciplinas vedicas

Perante tantas trilhas, podemos virar uma esquina e - epa! - nos perdemos. Viramos as costas àqueles que mais amamos. Passamos anos nos esforçando em trabalhos os quais, afinal de contas, não eram destinados a nós, e acumulando prejuízos. Por ambição e vaidade, nos apossamos de objetos e posições que não são nossos e que nos cobram altíssimos preços para que os mantenhamos sob controle. Recusamos assumir nossas tarefas. Alimentamos nossos preconceitos. Enterramos nos baús da memória nossa inocência, alegria e criatividade. Esquecemos quem somos.

Para conseguirmos reencontrar os caminhos que nos levam aonde queremos chegar, a modernidade inventou os satélites e os sistemas de posicionamento global. Falhos. Há milhares de anos, os sábios já conseguiam observar nas estrelas mapas infalíveis. Como nos conectar a eles?

Além das informações e das disciplinas de que falamos brevemente aqui, os Vedas recomendam, sempre, que sigamos certas regras. Algumas parecem antigas e profundamente culturais: adorar, todos os dias, os animais, os sacerdotes, os sábios, os professores e os deuses (os animais e professores que o digam!). Nunca sair de casa sem reverenciar um objeto sagrado. Ser muito cuidadoso para não pisar nas sombras das deidades e dos templos. Nunca entrar em uma casa incendiada, pisar em bandeiras ou subir até o topo de uma árvore. Nunca entrar em uma floresta sozinho e, quando o fizer, ou viajar à noite, carregar um bastão. Evitar a aproximação de animais selvagens. Passar sempre sândalo e carregar um guarda-chuva quando o sol não estiver presente, ou estiver chovendo. Cobrir a boca quando bocejar. Nunca viver sozinho numa casa.

As outras são pequenos grandes gestos, às vezes imperceptíveis, minúsculas sementes que vamos espalhando pela estrada: não roubar, não mentir, não invejar. Nunca proferir palavras ofensivas. Não criticar nem procurar faltas em outros. Evitar as companhias maléficas. Fazer amizade com todos os seres vivos. Falar a verdade, sempre. Mas, quando a verdade machucar outras pessoas, calar.

Parece simples, caro leitor. Mas essas atitudes delicadas às vezes exigem mais esforço e podem ser mais poderosas do que todos os outros poojas que você possa um dia fazer. Busque o seu caminho. A escolha é sua.

Namastê!

namaste

© 2012, Astrologia Védica. Todos os direitos reservados.